Câmara cria CEV da MD Papéis

Parlamentares visitaram trabalhadores para demonstrar apoio.

Os parlamentares de Cubatão fizeram a reunião de instalação da Comissão Especial de Vereadores (CEV) que acompanhará o processo de fechamento da MD Papéis, na manhã desta quarta-feira (7/3). O objetivo da CEV, composta pelos 11 vereadores, é acompanhar o desenrolar do processo de fechamento da empresa e garantir que os trabalhadores tenham todos seus direitos respeitados.

Os legisladores presentes decidiram se reunir com secretários municipais, representantes dos trabalhadores da MD Papéis, do sindicato da categoria e da empresa, para verificar a real situação das negociações. A intenção é garantir que todos os funcionários recebam integralmente suas rescisões.

O presidente da Casa de Leis, vereador Donizete Tavares do Nascimento (PSC), preside a comissão. Os parlamentares José Aparecido dos Santos (PSB), o Dédinho; Aguinaldo Alves de Araújo (PDT); José Roberto Azzoline Soares (PSB), o Alemão; Nêga Pieruzi (PT); Severino de Oliveira Melo (PT), o Billa; Geraldo Guedes (PR); e Severino Tarcício da Silva (PSB), o Dóda, acompanharam a primeira reunião.

“Conversei hoje com os funcionários da Santista (atual MD Papéis) e eles não acreditam que haja reversão do fechamento da empresa. Então, nosso objetivo agora é garantir que eles recebam a rescisão da forma correta e tenham todos os direitos respeitados”, disse Donizete.
Geraldo Guedes sugeriu que, depois de ouvir os secretários municipais e representantes, a CEV entre em contato com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para pedir que não sejam mais concedidos empréstimos à MD Papéis. “O ´S´ do BNDES significa Social. Mas eles estão tirando os empregos dos trabalhadores. Temos de protocolizar um pedido para que esta empresa não se beneficie mais do apoio do banco”, afirmou.

Secretários
Os parlamentares querem uma reunião em que estejam presentes os representantes das secretarias municipais de Emprego e Desenvolvimento Sustentável; Planejamento Urbano, Finanças e Cidadania e Inclusão Social.

“Centenas de famílias ficarão sem assistência com a perda dos empregos e é importante pensarmos no impacto social que esta decisão da empresa está causando. Por isso, é importante também conversarmos com a secretaria de Cidadania para verificar como a Prefeitura vai tratar disso”, lembrou o vereador Aguinaldo de Araújo.

O parlamentar Alemão também ressaltou a importância de se verificar como está a área da empresa e se os impostos da indústria com a Prefeitura estão todos em dia.

Visita
Depois da reunião na Câmara, os parlamentares visitaram a Fabril, onde fica a MD Papéis e onde estão dezenas de funcionários acampados. Os vereadores conversaram com os trabalhadores e explicaram o trabalho que está sendo desenvolvido pela comissão.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *