Acessos continuam sob pedras na Av. Nove de Abril

Em alguns trechos, a situação permanece igual à de uma semana atrás, mesmo após promessa de melhores condições para cadeirantes e deficientes visuais

Embora a Prefeitura tenha anunciado, no último dia 1º, que tomaria providências quanto aos transtornos provocados pelas reformas na Avenida Nove de Abril, pouca coisa mudou em relação aos acessos para portadores de necessidades especiais. Na quinta-feira, dia 8, a reportagem do Povo de Cubatão constatou que várias pedras ainda cobriam passagens de pedestres, colocando em risco cadeirantes e deficientes visuais que trafegam pelo local. Em alguns trechos da via, foram improvisadas rampas de madeira no canteiro central.

Há uma semana, foi informado que, para o secretário municipal de Obras, Silvano Lacerda, “alguns transtornos causados pelas obras podem ser considerados inevitáveis”, ponderando que “isso não significa que as pessoas tenham de enfrentar problemas de acessibilidade e circulação ou até corram riscos de acidentes durante a realização das obras”.

Entretanto, os problemas persistem. Uma das vítimas foi o aposentado Cícero Luiz dos Santos, que levou um tombo na avenida, ao tropeçar numa das pedras. Na queda, foi projetado em direção ao meio fio, colidindo contra um carro estacionado. “Fiquei com o lado direito todo dolorido. Sinto muita dor no braço. Estou à base de analgésicos”, conta.

Segundo a Prefeitura, a Termaq teria de solucionar até a última sexta-feira, dia 2, os problemas de acessibilidade causados pelas obras, visando principalmente a segurança de idosos, portadores de necessidades especiais, mulheres com carrinhos de bebê ou de compras. “Por isso, foi determinado à empreiteira não só a delimitação de acessos, mas, também, seu nivelamento”, constava em nota.

Interdição
A avenida será interditada no trecho entre as ruas Bernardino de Pinho Gomes e São Paulo, a partir das 10 horas desta sexta-feira, dia 9, apenas no sentido bairro-indústria, para trabalho de recapeamento. A previsão, segundo a Prefeitura, é de que, até o fim da segunda-feira, dia 12, o trânsito seja liberado.

A equipe de operação da CMT (Companhia Municipal de Trânsito) recomenda que os motoristas evitem a região do Centro durante a interdição. Já os veículos do transporte público (municipal e intermunicipal) circularão por uma rota alternativa, pelo seguinte trajeto: Avenida Nove de Abril, Rua Bernardino de Pinho Gomes, Rua Santos, Rua Armando Sales de Oliveira, Rua São José, Rua São Paulo e Avenida Nove de Abril. No sentido indústria-bairro, não haverá mudanças no itinerário.


2 comentários em “Acessos continuam sob pedras na Av. Nove de Abril

  1. Todos os bairros da periféria estão precisando de reforma e mexem no que está pronto,Reforma em praças e colocação de bancos é uma obra desnecessária com uma população carente de outras necessidades.Nota zero para a administração, tinha esperanças,mas….

  2. A prefeita esta tentando agradar a polpulação porem se esquece de coisasa vitais como area de lazer e trabalho.Deveria tambem trazer mais cursos profissinalizantes para a unidade do senai ja que temos portos e industrias,porem a mesma so sabe ficar retirando pedras e areia da nossa cidade.Pior e se o Nei serra ganhar de novo ai sim e que a nossa cidade ira para o buraco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *