UME Jayme Olcese volta a funcionar em fevereiro

Grupo Cesari investiu mais de R$ 700 mil e requalificou o prédio da UME Jayme João Olcese.

Após receber uma ampla reforma no último semestre, a UME Jayme João Olcese (Jardim Anchieta/Costa e Silva) foi apresentada aos representantes da Prefeitura, inclusive ao prefeito Ademário Oliveira (PSDB) e ao vice-prefeito Pedro de Sá (PTB), que é também o Secretário de Educação, além dos dirigentes do Grupo Cesari, que patrocinou a sua recuperação, na tarde da última sexta-feira (12). Pelo Cesari, esteve o seu diretor-executivo Heber Spina Borlenghi.

A escola estava interditada desde 17 de janeiro do ano passado, devido ao estado das instalações e à falta de salubridade, colocando em risco a saúde e a integridade dos seus alunos, funcionários, professores e a direção da unidade. Ademário ficou bastante bem impressionado com o que viu e disse que “em nome da Prefeitura, agradece a acolhida e a ousadia de empreender do grupo, fazendo um trabalho de excelência na melhoria da nossa rede de ensino”. Borlenghi respondeu de imediato: “Nós nos colocamos à disposição para colaborar na valorização de nossas crianças e dos jovens de Cubatão”.

O grupo empresarial investiu mais de R$ 700 mil em uma reformar que durou mais de 160 dias. Com as obras, que proporcionaram a revitalização da fachada externa, salas de aula, corredores e áreas comunitárias, como pátio, jardim e quadra poliesportiva, pode-se dizer que o prédio parece outro, tamanho o estado de destruição em que ela se encontrava antes. Também foram realizadas as instalações de portas, ventiladores e outros materiais, além de readequações de sinalização e segurança, alcançando o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), sendo a primeira UME a possuir esse certificado, que tem sido exigido pelo Ministério Público local.

Adote uma Escola – A Prefeitura de Cubatão conseguiu a aprovação de lei municipal na Câmara de Vereadores, criando o Programa Adote uma Escola, que permitirá que outras empresas da região e do município, a exemplo da Cesari (UME Jayme João Olcese) e Unipar Carbocloro (UME Rui Barbosa), possam apoiar o município nas reformas necessárias de sua rede de ensino. Houve uma certa polêmica nas redes sociais, por algumas pessoas que disparam críticas sem fundamento, sobre “o retorno que a iniciativa privada terá”. Esclareça-se que o retorno é a pontuação para as empresas que são bastante qualificadas por sua responsabilidade social, educacional e cultural, como em todo país desenvolvido nesse mundo afora.

Escola estava insalubre, no início do ano passado.

 

Pais vinham reclamando às autoridades municipais, sem êxito no governo Marcia Rosa (PT).


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *