Unipar Carbocloro reforma UME Rui Barbosa em Cubatão

A Unidade Municipal de Ensino “Rui Barbosa” é uma das 58 escolas de Cubatão. Foto: Aderbau Gama.

Os mais de 630 alunos da Unidade Municipal de Ensino – UME “Rui Barbosa”, em Cubatão, iniciarão o próximo ano letivo com uma escola de cara nova. Foi iniciada, neste mês de dezembro, uma reforma da estrutura física com o patrocínio da Unipar Carbocloro, produtora de cloro, soda e derivados com sede industrial em Cubatão. Com um investimento de R$ 300 mil, o projeto contempla a renovação da quadra esportiva, pintura geral da unidade, adequação do telhado e controle de pragas.

“A Unipar Carbocloro reforça o seu compromisso com a comunidade de Cubatão por meio de suas ações permanentes de responsabilidade socioambiental. A UME “Rui Barbosa” já participa há vários anos de atividades culturais e esportivas promovidas pela empresa. A reforma chega em uma boa hora, contribuindo para a segurança, a saúde e o bem-estar dos alunos e funcionários”, afirma Airton Andrade, diretor Industrial da patrocinadora.

A UME “Rui Barbosa” tem 27 anos de existência e atende crianças e adolescentes do ensino fundamental. Está localizada na Rua Vereador Luiz Pieruzzi Neto, 50, na Ilha Caraguatá, e foi uma das unidades que mais sofreram no início do ano letivo que se encerra, por ocasião das chuvas.

Adote uma Escola – Os entendimentos com empresas locais do município em busca do patrocínio para reformas de escolas foram mantidos diretamente pelo prefeito Ademário Oliveira (PSDB). Nessa direção, a Unipar Carbocloro se dispôs a cuidar da UME “Rui Barbosa”, assim como a Cesari Soluções Logísticas Diferenciadas vem reformando completamente a UME “Jayme João Olcese”, no Jardim Costa e Silva, desde o mês de maio.

Essas articulações da Prefeitura de Cubatão com as empresas locais originaram um projeto de lei, instituindo o Programa Adote uma Escola, elaborado pelo ex-secretário de Educação, Raul Christiano. Ele buscou exemplos bem sucedidos no país e definiu as condições necessárias e as contrapartidas dessa Parceria Público Privada – PPP, pioneira na área da Educação local, porque encontrou a rede composta por cerca de 58 escolas com problemas estruturais de toda ordem e as finanças do município praticamente falidas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *