DER colocará novo viaduto em uso, mas pode rever acessos

Vereador Ademário (PSDB) discutiu sobre as dificuldades de acesso à Via Anchieta

Vereador Ademário (PSDB) discutiu sobre as dificuldades de acesso a Via Anchieta

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) está concluindo a fase de paisagismo da duplicação do viaduto Rubens Paiva sobre o km 59 + 800 da Via Anchieta e a liberação para o trânsito de veículos deve acontecer nos próximos dias. No entanto, a polêmica sobre os acessos ao Jardim Casqueiro e Parque São Luís foi encaminhada para uma solução, durante audiência do vereador e presidente do PSDB de Cubatão, Ademário da Silva Oliveira, com o secretário de Estado de Logística e Transportes, Alberto José Macedo Filho, quarta-feira (27).

Ademário expôs ao secretário sobre o traçado das obras executadas, que impedirá a mobilidade dos moradores do Jardim Casqueiro e do Parque São Luís com a Via Anchieta, culpando a Prefeitura de Cubatão, que se preocupou mais em ver atendidas as reivindicações para a retirada da rampa de acesso ao bairro (o chamado “rabo do dragão”), e não se ateve para a necessidade do cancelamento do atual acesso direto da Rua Júlio Cunha à SP-150 (Via Anchieta).

O secretário reafirmou a posição técnica do DER, de que só justifica as alterações na alça de descida do viaduto em direção à pista Norte (São Paulo) da Via Anchieta: “Foi necessária uma adaptação no projeto de obras, com único objetivo de melhorar a seguranças dos usuários, em função das limitações presentes às margens da rodovia”, divulgou o DER.

A alça central do novo viaduto, que agora desce no sentido à Rodovia dos Imigrantes, foi segregada (com barreiras de concreto) não permitindo o acesso à Via Anchieta para não gerar acidentes, com fluxo no cruzamento em “X”.

Segundo o DER, “este tipo de tráfego não é praticável em uma via com limite de velocidade de 110 Km/h, onde não há condições seguras de mudança de faixa de forma repentina”.

Compromisso de rever os acessos

O secretário de Estado de Logística e Transportes se comprometeu com o vereador Ademário da Silva, que estava acompanhado do presidente da Sociedade de Melhoramentos do Parque São Luís, Toninho Vieira, na audiência em São Paulo, em “colocar a duplicação em operação e, com o uso, sentir os pontos não conformes”, ressaltou o parlamentar cubatense do PSDB.

Ademário complementa a perspectiva futura com a posição reforçada pelo secretário Alberto José Macedo Filho, de que “o tráfego no local será monitorado e poderá ser alterado futuramente, com a redução do limite de velocidade, reforço na sinalização e retirada das barreiras de concreto, em ação conjunta com a Ecovias”.