Associação dos Estudantes de Cubatão – AEC está representada no CES

Os cubatenses Renan Maciel e Matheus Siqueira, da AEC, foram eleitos para a nova direção do CES.

Durante o Congresso do Centro dos Estudantes de Santos (ConCES 2018), que elegeu a nova diretoria da entidade e será liderada pelo presidente Caio Yuji de Souza, de 20 anos, aluno de economia da ESAMC Santos, foram eleitos dois representantes de Cubatão, Renan Maciel, estudante de Engenharia Química na UNISANTA e Matheus Siqueira, estudante de Direito na ESAMC, onde é também o presidente a Atlética da faculdade santista.

O diretores eleitos de Cubatão são integrantes da Associação dos Estudantes de Cubatão – AEC. Renan Maciel comemora que é a “primeira vez que temos estudantes de Cubatão ocupando uma diretoria no Centro dos Estudantes de Santos – CES. Trabalharemos integrados com os diversos municípios da Baixada Santista, buscando sanar as necessidades que os universitários enfrentam no dia a dia.”

Reconstrução – Matheus Siqueira, o outro representante cubatense, fez questão de ressaltar que o CES – entidade regional e histórica, uma das mais antigas do país, fundada em 1932 – “estava abandonado há muito tempo. Quem conhece o prédio sabe o problema que é aquela infraestrutura precarizada devido a não manutenção do local. Temos a obrigação de recuperar o CES e fazer com que todos os estudantes saibam que ali é local deles”.

Caio Yuji de Souza encabeçou a chapa única “Ainda há tempo”, que recebeu 36 votos favoráveis e uma abstenção dos delegados presentes, representantes com direito a voz e voto, de um total de 71 delegados inscritos. O ConCES foi realizado no ultimo dia 25 de fevereiro.

“A gente quer que este espaço cresça e que os debates sejam cada vez mais plurais, ouvindo todas e todos os estudantes. Nosso objetivo é enfrentar muita luta para obter muitas conquistas nos próximos anos”, afirmou Caio Yuji, após ser empossado.

Destacando o mote “Reconstruir o CES para os estudantes”, o Congresso reuniu estudantes de nove instituições de ensino superior da Baixada Santista, mais de oito entidades de base, e um total de 60 estudantes e observadores para debater o futuro do movimento estudantil da região.

Participaram da mesa de abertura a presidenta da União Estadual dos Estudantes (UEE-SP), Nayara Souza, a representante da Comissão Eleitoral e de Organização, Aline Cabral, a assessora da vereadora Audrey Kleys (Câmara de Santos), Marinilza Monteiro e, representando a Apeoesp, Valdemar da Silva, além do diretor do Sindserv de São Vicente, Marcelo Arias, do advogado Rogério Mehanna (OAB) e do vice-presidente do Conselho Municipal da Juventude de Santos, Henrique Pabst.

Durante o Congresso os estudantes foram divididos em dois grupos de debates, sobre alguns dos principais problemas da Região, compartilhados nos temas “Educação e Movimento Estudantil” e “Segurança pública e Mobilidade urbana”.

Os participantes, delegados e observadores contribuíram com análises, opiniões, sugestões e críticas, consideradas pelos organizadores “bastante qualificadas e baseadas na legítima vontade de construir um movimento estudantil combativo, preocupado com o atual momento de perda de direitos, e reconstruir o CES para todos e todas as estudantes”.

O novo presidente defende que é momento de construir uma nova fase do CES, por meio de uma gestão ampla, plural e democrática, que renove as esperanças dos estudantes “por uma Educação melhor e uma Região de maiores oportunidades”. A ideia é de que o CES volte a ter força para influenciar os rumos do movimento estudantil e alcançar conquistas para os cerca de 55 mil universitários da região, se autodesafia Caio Yuji.

Boca do Povo

Boa notícia

Quem não consegue esconder a alegria, desde a última terça-feira (16), é o ator, diretor e responsável pelo Teatro do Kaos de Cubatão, Lourimar Vieira – na ilustração – com a boa notícia que lhe deu a empresa de logística VLI – Multimodal: o Projeto Evolução de oficinas teatrais a adolescentes e jovens da rede pública de ensino da cidade vai continuar.

Lourimar Vieira tem nome cogitado para ser Secretário de Cultura de Cubatão.

Mais Cultura

Dada a qualidade do projeto, que acontece em Cubatão há 7 anos consecutivos, o Ministério da Cultura aprovou mais uma vez o seu acesso à Lei Rouanet, de incentivo a projetos culturais em todo o país, e, com isso, a VLI pode destinar R$ 199.360,00, possibilitando que a escola do Kaos atenda a 100 cubatenses, a partir dos 12 anos de idade, em atividades de artes cênicas e a realização de 30 apresentações gratuitas previstas para o fim deste ano, como trabalho de encerramento de cursos.

Ligados

Segundo Maria Clara Fernandes Oliveira, gerente de Responsabilidade Social da VLI, “a empresa está atenta às demandas da comunidade e essa parceria é sinônimo disso. O Teatro do Kaos tem história e relevância na promoção da cultura e da cidadania. Não poderíamos deixar essa iniciativa acabar”.

Crise

“Tivemos o apoio da Petrobras durante cinco anos e, no ano passado, contamos com o patrocínio da Copebras. Mas agora, por conta da crise, as empresas afirmam que não lucraram e que, por conta disso, não têm imposto a pagar”, dizia antes dessa notícia positiva, Lourimar Vieira.

SECULT

E por falar em Cultura, o prefeito Ademário Oliveira (PSDB) vem cobrando das suas equipes de gestão a elaboração do projeto de reforma administrativa, que pode definir um novo organograma na Prefeitura. Ouve-se que, se não fundir a secretaria de Cultura com a Educação, a secretaria pode ter outro titular.

Secretariáveis

Para a SECULT, além do vereador do PT, Rafael Tucla, estão cotados Ivan Hildebrando (PSB), vereador também, Edson Carlos Bril (Bombril), Lourimar Vieira, Zélia Trombino, Vanessa Toledo e o ouvidor Dojival Vieira.

Banco do Povo

Não é boa a notícia para os interessados em buscar parcerias com o Banco do Povo, que existe em Cubatão desde novembro de 2001: a Prefeitura cochilou e não renovou o contrato com o Governo do Estado. Desde o dia 1.º de janeiro, o Banco do Povo está impedido de realizar as suas operações na cidade.

Operações?

O Banco do Povo de Cubatão vinha sendo considerado um exemplo de sucesso no volume das operações de empréstimos concedidos a pequenas empresas, pessoas físicas que trabalham por conta própria, profissionais liberais, cooperativas e associações produtivas.

Onde funciona

Com a mudança da Praça Portugal, onde estava em companhia do SEBRAE e do PAT, o Banco do Povo foi procurado pela reportagem do jornal “Povo de Cubatão” e esta coluna foi informada que ele está inoperante, desde 1.º de janeiro, no Poupatempo do Empreendedor, na sede da ACIC. Quem resolve? Será mais uma missão para o super-vice Pedro de Sá?

Vagas federais

Há 240 vagas gratuitas para os cursos de Engenharia de Controle e Automação, Bacharelado em Turismo, Licenciatura em Matemática, Licenciatura em Letras, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Tecnologia em Automação Industrial, cada qual com 40 vagas, para estudar no Campus Cubatão do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de São Paulo – IFSP.

Como faz?

Para concorrer a uma das vagas, o candidato deve ter participado do Enem 2017 e ter obtido nota na redação diferente de zero. As inscrições dever ser feitas exclusivamente pela internet, no site: http://sisu.mec.gov.br | não há cobrança de taxa de inscrição, de matrícula ou de mensalidade.

UNISANTA

A Universidade Santa Cecília – UNISANTA escolheu uma parceira em Cubatão. Trata-se da Escola Politécnica Cubatão – CIEN, que começa a receber inscrições para os cursos de ensino à distância, com um polo para as aulas e avaliações presenciais muito bem instalado. Fica ali na Avenida Joaquim Miguel Couto, 353.

Informe EAD

As informações sobre os cursos à distância, em faculdades com o padrão UNISANTA, para graduação e pós-graduação, podem ser obtidas pessoalmente ou por telefones: (13) 3361 6065 ou 3372 7272.

Toninho fica

O vereador Toninho Vieira (PSDB) tem agora um programa de rádio onde interage com os seus eleitores e cubatenses em geral. Na última quarta-feira (17), ele recebeu nos estúdios da Rádio Cubatão, o diretor do jornal “Povo de Cubatão”, Raul Christiano. E aproveitou para esclarecer notas recentes publicadas nesta coluna: “não vou sair do PSDB, isto não faz parte dos meus planos”.